quarta-feira, 16 de março de 2016

Antologia reúne traduções inéditas de poemas de Allen Ginsberg



“pra quê mais ginsberg? pra quem mais ginsberg? ora, pra todos. pros poetas, é claro, que já estão lá atrás do sumo que mais importa nessa clareira da linguagem; mas é pra todos, sobretudo para os piores adictos” (Guilherme Gontijo Flores – prefácio a Allen Ginsberg: poemas)

Em agosto de 2014, foi publicada uma edição do Caderno-revista 7faces em homenagem a Allen Ginsberg. Não fosse o projeto que há algum tempo Cesar Kiraly desenvolvia, o de traduzir alguns dos poemas do poeta estadunidense, talvez este número do periódico nem tivesse saído a essa altura. Nela, foi publicado um conjunto de poemas, em espécie de amostra de um trabalho já quase pronto mas que ainda levou pelo menos quase dois anos de leituras e revisões. 

Allen Ginsberg: poemas é uma antologia organizada por Cesar Kiraly cuja importância se exibe desde a base de criação daquele número do Caderno-revista 7faces e expressa algumas das peças que assinalam o rico trabalho do autor de Howl and other poems no campo da poesia. É ainda uma amostra significativa para algumas das novas apostas encetadas pelos da sua geração: a liberdade criativa, a irreverência, a ironia, a relação direta entre o poético com as vivências, a exposição plena do corpo e das sexualidades subjugadas pelo status quo, a fuga do lugar-comum do bom-mocismo da sociedade, o revés do espírito hipócrita, a quebra das polarizações extremas num ambiente político marcado por um e outro grupo somente, a abertura de perspectivas outras sobre a relação com aspectos concernentes a existência – a relação com o outro, o amor, a morte etc. –, a saída definitiva de um universo de abstração formal para cantar a existência em seu pleno vigor, enfim, há aí uma pequena dose de tudo isso. Um mosaico, portanto, multifacetado de um poeta, de sua obra e do seu tempo. Ou uma porta de entrada no mundo-Ginsberg.

Para organização da antologia, Cesar Kiraly recolheu poemas desde o mais famoso livro de Allen Ginsberg, Howl, a outros títulos, como Kaddish, Reality Sandwiches, The Fall of America e Mind Breaths. É, portanto, outro ponto de um projeto cujas primeiras peças deu forma e foram apresentadas na edição 9 do Caderno-revista 7faces e ampliou-se com a leitura pública realizada no Rio de Janeiro no mesmo ano de 2014. A edição tem apresentação de Guilherme Gontijo Flores e imagens de Helton Solto. Clique aqui para acessar.